a lua é FLICTS!


Quando Neil Armstrong

– o primeiro homem que pisou na Lua –
veio ao Rio de Janeiro,
contei-lhe a história de Flicts
e ele me confirmou
que a Lua era, realmente FLICTS.
Ziraldo

Procurávamos um nome para nossa agência, pensávamos em algo que sintetizasse a nossa forma de enxergar o design, ao mesmo tempo que fosse ágil sonoro e se possível trazer a riqueza do desenho brasileiro. O nome Flicts nos veio sem grandes dificuldades e nos encantou desde o início, por suas possibilidades, mas principalmente pela dimensão de reunir quase um universo todo dentro de uma palavra inventada.

Cores e poesia, concreta, versada, que leva a sonhar e encantar-se cada vez que passeamos os olhos pela obra mágica de Ziraldo. Só quem pode se permitir criar algo tão sublime e colocar tanto sentimento nas matizes, suas grandezas, relações e conjugações. Só mesmo quem sabe o que está fazendo! Flicts vai do lápis, passa pelo mundo todo e chega a lua, para depois voltar-se a sua síntese de ser única, de ser especial. É minimalista de uma profundidade desconcertante. É genial!

Foto: Ana Colla/divulgação

Obrigado Ziraldo por presentear a humanidade, mas sobretudo por nos inspirar a seguir olhando o todo e não só as partes.

Se quiser conhecer um pouco mais sobre o livro FLICTS, recomendamos a reportagem no UOL, desenvolvido na ocasião dos 50 anos do lançamento de FLICTS.

– Os 50 anos de FLICTS

Mais sobre a obra FLICTS!

Daniela Thomas lembra do dia em que Neil Armstrong disse que a Lua é Flicts (TV UOL)

Daniela Thomas fala sobre os 50 anos de lançamento do livro “Flicts” (TV UOL)

Clássico infantil de Ziraldo inspira aplicativo (TV UOL)